ESTIMULAÇÃO DA LINGUAGEM

Como estimular a linguagem?

Muitos pais, principalmente os de primeira viagem me pedem orientações de como podem estimular a linguagem de seus filhos, para que eles falem bem, então a dica de hoje será sobre esse assunto. E vamos partir do seguinte principio: para falar, a criança precisa: BRINCAR!

Mas então podemos comprar uma porção de brinquedos e colocar tudo em frente da criança que ela vai brincar e falar? Não é bem assim!

A brincadeira deve envolver experiências sensório-motoras: pegar, cheirar, colocar na boca. A criança deve explorar o meio através de seu corpo e seus sentidos.

A brincadeira deve envolver interação com o outro , troca de turnos (entre adulto e criança).

A brincadeira deve promover a imitação de gestos, vocalizações, situações da vida diária: músicas, poesias, onomatopeias.

Algumas sugestões de brinquedos são fazendinhas, casinhas, partes da casa, miniaturas em geral, panelinhas, utensílios da casa, sucata, bola, carrinhos. Usar massinhas, tintas, texturas, água, areia, piscina de bolinhas, livros, fantoches, etc. também é uma boa opção.

Através dessas experiências a criança vai formar o que chamamos de Imagens Mentais que depois, em outras situações serão evocados, mesmo quando não estiverem presentes. Ex: fazer de conta que um lápis é um telefone ou que uma folha é um cachorrinho, etc.

Portanto a melhor forma de estimular a linguagem é brincando e interagindo com a criança, permitindo que ela explore e conheça o mundo onde vive.

Opinião de alguns especialistas:

Educadora Dra Adriana Friedmann:

“Brincar é fundamental na infância por ser uma manifestação da linguagem expressiva do ser humano. Proporciona a comunicação, a descoberta do mundo, a socialização e o desenvolvimento da inteligência.”

Psicólogo Eduardo Sá. Ver pais e filhos:

“Quem não sabe brincar, não sabe pensar. O jardim da Infância deveria ser utilizado para praticar educação física, desenhar, brincar e contar histórias.”

Fga Debora Befi-Lopes

“ Quanto mais a criança for exposta à linguagem melhor será seu desenvolvimento, por isso devemos contar histórias, cantar músicas, brincar e falar com nossas crianças.”

Conclusão:

Mais vivências físicas e sensoriais e menos virtuais.

Mais colo e interação e menos televisão.

Gostaram? Então participem nos dando a sua opinião e sugestões.

Abraços e até o próximo encontro com novas dicas.

Selma Maria Domingues El Hage

CRFa 2-4019

Motricidade Orofacial e Linguagem


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Espaço Reconceito

Rua Cinco de Julho, 591

Indaiatuba / SP

(19) 3885 3159

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle